21.5.08

Beautiful Nature


Só na natureza encontro o silêncio que procuro.
Só o silêncio me acalma os sentidos.
Medito em nada, penso em nada, sinto o nada.
Colho uma rosa, duas, três e mais uma.
Contemplo os céus, o verde do caminho, o cheiro do silêncio.
Sinto-me protegida.
As perguntas, as questões, duvidas e incertezas, silenciam-se, evaporam-se.
Nada mais existe do que o som de um rio que percorre o seu destino, uma ave que pinta o céu, uma folha que cai, timidamente.
Na natureza medito, simplifico-me, sinto-me viva.
Fecho os olhos e numa carícia fresca ela diz-me:
Na natureza não há vazio.

9 comentários:

Anónimo disse...

Na natureza há vazio,
aliás há é muito pouco para além de todo o vazio.
99,9% de tudo é vazio, a matéria das coisas é na realidade insignificante.
Como no Tao... são precisos vazios para que a vida flua preenchendo-os!
O estado gasoso ocupa todo o espaço vazio que lhe é disponível, os pensamentos ocupam mesmo o que não lhes é disponivel.

NP

Alecrim disse...

O teu silêncio fazia uma barulheira infernal!
Bem-vinda de volta!

Nuno Barreto disse...

Para mim também é assim. Quando estou rodeado pela Natureza, encontro paz, e arrumo as ideias.

LadyBird disse...

anónimo, esse pensamento é mesmo profundo. Talvez tenhas razão, mas vendo as coisas de uma perspectiva mais simplista; a natureza é tão vasta e tão sublime aos meus olhos que não encontro nada insignificante, ou até mesmo, sem uma razão de ser.

Alecrim, obrigada :)

Nuninho, a natureza é mesmo especial...

Marta disse...

Adoro borboletas!
Bjs

Histórias com CARLITOS disse...

Que bom saber que estais de volta... E sensível para ouvir a natureza.
um beijo grande e boa semana.

LadyBird disse...

Marta, se adoras borboletas, tens de vir visitar o borboletário que existe aqui.


Carlitos, beijo grande....

Fa menor disse...

A natureza está recheada de tudo o que nos aproxima na nossa paz interior.
É tão bom contemplá-la para encher o coração de tudo o que a vida do dia-a-dia nos priva!
É mesmo preciso arranjarmos momentos para esse silêncio interior que a natureza nos pode oferecer.
Beijinho

LadyBird disse...

Fa menor, é isso mesmo... paz interior.
Besitos e shalom