20.11.07

Nudez

imagem daqui

Pois, neste momento não me sinto nua só perante Deus. Sinto-me nua perante um mundo completamente desconhecido. Um cultura, uma língua, as tradições, as maneiras de ser e estar que me são estranhas. Como me despir e abarcar uma nova realidade sem perder a minha identidade?

4 comentários:

Vilma disse...

Independentemente daquilo que te espera, uma certeza tens: a de que não estás sozinha. :)
E caminha um dia de cada vez!
DTA

VM disse...

Nem mais... as coisas são diferentes, parece que aterraste num planeta à parte, mas tens certamente pessoas que te podem ajudar a habituar aos costumes, à lingua, à maneira de ser deles... Eu já estive a trabalhar por alguns tempos na Suiça e como eles estão habituados à multi-etnias que lhes preenche o quotidiano, já não estranham, é mais o nosso lado ET a funcionar do que do lado deles... pelo menos foi o que eu senti, estranhei foi o silencio... ninguem corre para os empregos

:D

nice disse...

Paulinha!!! Tenho tantas saudades tuas... Não sabia que tinhas net!!!
vou escrever um mail ;)!

LadyBird disse...

Obrigada pelas palavras vilma. Confortaram-me.

vm, q caixinha de surpresas!!! Já estiveste por estas bandas??? E gostaste da experiência?
Sim, tens razão, o nosso lado ET...

nice, besitos e saudades.